× Fale Conosco
Enviar via
Ou ligue para (41) 3019-7333
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail

Blocos de PorcelanaCoroa DentáriaEnxerto ÓsseoImplante DentárioLente de ContatoPrótese DentáriaZircônia
ClareamentoCoroa de PorcelanaFacetas de PorcelanaPrótese Sobre ImplanteOdontologia EstéticaReabilitação OralGeral



Blog

Eloana Thomé: Higiene bucal dos filhos

Como auxiliar meu filho a manter a higiene bucal?

Os pais começam a se preocupar com a saúde dos filhos antes mesmo deles nascerem — e com a questão da saúde bucal não deve ser diferente. É cada vez mais necessário criar a consciência da importância de cuidar de suas bocas (ainda no período de gestação), pois complicações podem acontecer. 

A todo momento podemos conferir novos estudos sobre como a higienização da boca, bem como a saúde bucal, possui influência em todo o organismo. E no caso das futuras mães, a atenção acerca desse tema deve ser ainda maior para evitar partos prematuros ou outros acontecimentos indesejados.

Sendo assim, fica claro que os cuidados bucais devem ser buscados desde o início da gestação (assim como um dentista infantil) após o nascimento do bebê também. Essa é a melhor forma de fazer com que seus filhos tenham uma boca saudável, e aproveitem o mundo da melhor maneira possível, sem problemas e doenças com as quais precisem se preocupar.

Primeiros cuidados

O primeiro passo para acostumar o seu filho a realizar higienizações bucais periodicamente é orientá-lo desde pequeno. Os hábitos são construídos desde os primeiros anos de vida e portanto, incentivá-los é necessário. 

Além disso, atente ao momento após a alimentação dos pequenos: os profissionais da saúde aconselham não deixar os bebês dormirem enquanto se alimentam, além do risco de engasgamento, sem uma higienização posterior à alimentação, é possível que resíduos de açúcar presentes no leite — materno ou não — possam causar cáries já na primeira dentição, logo no começo de suas vidas.

O cuidado, entretanto, deve ser simples: assim que o bebê for alimentado, é necessário remover todos os resíduos de sua gengiva, bochecha e língua por meio de uma gaze ou fralda umedecida (apoiada levemente pelo dedo indicador).

Esse momento também é importante para que a criança se acostume desde cedo ao ritual de limpeza, não estranhando tanto quando alguns anos mais tarde, for necessária a realização da escovação.

Além disso, também é importante explicar, desde cedo, porque os cuidados com a higiene bucal são tão importantes, assim como a necessidade de escovar os dentes e passar o fio dental todos os dias. Muitas vezes, ameaçar e assustar crianças acaba apenas tendo um efeito negativo, além da possibilidade de gerar ansiedade e fobia em relação ao dentista.

Leve o seu filho a um dentista infantil

Especialistas aconselham que os pais levem seus filhos a um dentista logo que os primeiros dentes começarem a nascer — entre os quatro e os nove meses. Inicialmente, pode parecer uma consulta precoce, mas é nesse momento que os pais podem tirar todas as dúvidas a respeito da saúde bucal de seus filhos, do que devem esperar e quais são os próximos passos a serem dados para garantir sua saúde bucal.

Entre as diversas especializações da odontologia, a odontopediatria é o profissional responsável por cuidar da saúde bucal das crianças. 

O lado positivo de levar as crianças desde cedo ao dentista infantil está relacionado ao ambiente odontológico, preparado e adaptado para recebê-las com brinquedos na recepção, e principalmente, outras crianças. Dessa forma, é possível encorajá-los a ir às consultas e a não ter medo dos profissionais.

É interessante que os pais realizem algumas consultas junto aos filhos, pois além de verem que os adultos também precisam ir ao dentista, podem entender que isso se torna um benefício ao longo do tempo.

E além disso, é importante que os pais tenham em mente que em caso de qualquer emergência dentária infantil, devem buscar um dentista 24 horas para avaliação e tratamento adequados.

Dê o exemplo

Hoje em dia, o marketing na odontologia têm proporcionado cada vez mais, a presença de clínicas e profissionais nas redes sociais, ajudando a lembrar as pessoas da importância de manter a saúde bucal em dia. 

Apesar disso, é importante lembrar que uma das formas que as crianças mais aprendem é observando os outros — principalmente os seus pais. Sendo assim, fica muito difícil que o seu filho adquira hábitos de higiene bucal se você não mostrar a ele que também realiza a escovação e passa o fio dental.

Uma das formas mais eficientes de conseguir incentivar a criança a realizar os cuidados bucais é separando pequenos intervalos de tempo após as refeições para acompanhá-la no momento da escovação. 

Esse momento pode ser uma ocasião com brincadeiras, descontração, mas principalmente, deve ser um momento compartilhado, em que o filho verá os pais fazendo as mesmas coisas que ele.

Além de um tempo de aprendizado, é também um momento importante para estar presente na vida da criança e de certificar-se que toda a higienização está sendo feita da maneira correta.

Escolha produtos adequados à idade

Uma das melhores maneiras de incentivar os filhos a realizar a higiene bucal diariamente é escolhendo os produtos certos para isso. Confirme com o dentista infantil se há alguma especificação que deve ser seguida, caso contrário, deixe que a criança escolha. Dessa forma, ela se sentirá mais à vontade para o uso da escova de sua preferência

Normalmente, escovas de cerdas macias e coloridas (assim como creme dental com sabor), podem ser grandes incentivos ao seu filho para manter os hábitos de higiene bucal, desde que aprovadas pelo dentista Dessa forma, desde a infância é possível desenvolver e manter a saúde bucal independente da idade.